Links
Discípulo do eminente pedagogo Emílio Pujol é responsável pela introdução do Curso de Guitarra em Portugal, criado em 1967 na Academia de Amadores de Música, de Lisboa.

Tem prestado especial atenção ao repertório guitarrístico do século XX, apresentando numerosas estreias no País com especial destaque para a obra de Fernando Lopes-Graça, parte da qual lhe é dedicada, executando-a em primeira audição absoluta. Do mesmo modo, apresentou-as em primeira audição quer na Europa, quer no Extremo Oriente.

Tem participado em prestigiados festivais internacionais de numerosos países europeus, assim como no Extremo Oriente e Estados Unidos. Participa em júris de concursos internacionais e tem dirigido Master-Classes nos Estados Unidos, Suíça (International Menuhin Music Academy), Hungria, Bulgária, Beijing, Macau e Seoul.

O Governo Brasileiro concedeu-lhe a Medalha Heitor Villa-Lobos pela interpretação da sua obra para guitarra, por ocasião do centenário do nascimento do compositor.

Em 1975 cria o Festival do Estoril e em 2001 o projecto Mare Nostrum. É membro da European Festivals Association desde 1983, onde exerceu funções executivas entre 1997 e 2005. Integra, desde 2008, o Executive Board da EFA.

Por ocasião do 30º aniversário do Festival do Estoril, recebeu do Presidente Jorge Sampaio a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique em reconhecimento ao relevante trabalho desenvolvido à frente dessa instituição e em homenagem aos seus notáveis méritos como músico e professor.

Em 2007 inicia um projecto inédito de transcrição para três guitarras e cordas de obras de Isaac Albéniz e Enrique Granados, estreadas no Teatro Victoria Hall, de Genève, com o MikroDuo e a Camerata Lysy, sob a direcção de Alberto Lysy. Desde então tem ampliado o número destas transcrições com versões para três guitarras e para três guitarras e cordas, estas últimas orquestradas por Tiago Derriça. Em 2009 e 2010 foram apresentadas nos festivais internacionais de Santander, Ljubljana, Emília Romagna, Dubrovnik, assim como no histórico Grande Auditório Tchaikovsky da Filarmónica de Moscovo, com a Chamber Orchestra Kremlin. Em 2011 participou na estreia absoluta de Nocturnal para três guitarras e orquestra, de Alberto Colla, obra de que é dedicatário, em concerto realizado nos Estados Unidos com a Albany Symphony Orchestra, sob a direcção de David Alan Miller, e efectuou com o Mikroduo uma digressão de dez concertos na China e Japão, além de Master-classes no Conservatório Central de Beijing e no Conservatório Nacional de Tianjin. De novo em trio, participou em 2012 no 38º Festival do Estoril, com os Menuhin Academy Soloists, sob a direcção de Liviu Prunaru.

Leccionou na Escola Superior de Música de Lisboa de 1990 a 2011.